Arquivo para outubro, 2009

VIDEO – Novo Orkut, confira as novidades e concorra convites

Posted in Erro 404 on 31 outubro, 2009 by Z Franco

Rede social traz mais interatividade para o usuário

Participe da promoção e concorra a convites para o novo Orkut

A nova interface do Orkut foi anunciada pelo Google. Agora, os usuários terão mais ferramentas de interação e novas facilidades para navegar. Além de um visual mais personalizado.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Por enquanto, o novo Orkut não está aberto para todos os internautas cadastrados no site. Para conhecer as modificações, os usuários precisam receber convites. O processo é parecido com o que caracterizava o Orkut no seu início. As pessoas que forem convidadas ganham cinqüenta convites para repassarem aos amigos. Mas, por enquanto, poucos podem chamar novos contatos. A opção ainda não foi habilitada para todos que já acessam a versão nova da rede social.

Quando o usuário recebe o convite, aparece uma opção no topo da tela. Basta clicar para testar a nova página. Logo de cara, dá para ver modificações no desenho do site. Você pode, até mesmo, abandonar o clássico azul e escolher uma nova cor para seu perfil aqui em cima. A mudança será visualizada por todos.

Entre as novas aplicações e funcionalidades, a possibilidade de gerar um perfil multimídia ganha destaque. A inserção de aplicativos de música, jogos e imagens ficou bem mais simples. Você pode fazer tudo diretamente do seu perfil. Além disso, agora os usuários também podem, literalmente, falar sobre si mesmos ou seus amigos. Na aba “sobre mim”, é possível fazer uploads de vídeos com facilidade. O mesmo vale para os depoimentos enviados para seus contatos. Existem barras que facilitam a visualização dos amigos, um scroll que mostra os aplicativos e sugestões de novas amizades.

Muitas funções já até existiam antes, mas foram aperfeiçoadas para facilitar o uso e o entendimento por parte das pessoas. E mais novidades ainda estão por vir.

Quer testar o novo Orkut? O pessoal do “Olhar Digital” sorteia alguns convites. Para participar da promoção, acesse o link que está no início desse texto. Boa sorte!

Fonte: Olhar Digital (Video em alta Resolução 640×412)

Anúncios

LANCE! – É líder! (Primeira Página)

Posted in Futebol on 29 outubro, 2009 by Z Franco

Primeira Página do LANCE! do SP

NUBE – Núcleo Brasileiro de Estágios

Posted in Erro 404 on 29 outubro, 2009 by Z Franco

Há dez anos no mercado, o Nube é um agente de integração responsável pelo processo de estágio desde o cadastramento do estudante até a sua efetivação pela empresa. Possui 3.500 empresas clientes, 7 mil instituições de ensino conveniadas em todo o país e já colocou mais de 100 mil estagiários no mercado de trabalho. Também administra toda a parte legal e realiza o acompanhamento do estagiário por meio de relatórios avaliados trimestralmente. Atualmente o banco de dados conta com 1,3 milhão de estudantes cadastrados, que podem concorrer as oportunidades de estágio que são oferecidas em tempo real pelo site. O cadastro é GRATUITO e pode ser feito no site http://www.nube.com.br

Estágios em Administração são mais numerosos, mas não tão bem pagos

Terminar o mês com dinheiro é uma das metas de muitos estagiários que, além de pagar os estudos, ainda têm gastos com vale transporte e alimentação. Segundo dados da Abres – Associação Brasileira de Estágios, o Brasil tem atualmente 1,1 milhão de jovens estagiando, desses, 715 mil estão no ensino superior e 385 mil no ensino médio/técnico. A fim de conhecer o planejamento financeiro desses futuros profissionais, o Nube – Núcleo Brasileiro de Estágios, divulga uma pesquisa a qual revela os valores médios de bolsa-auxílio oferecidos por pequenas, médias e grandes empresas brasileiras.

Foram avaliados cerca de 15 mil estagiários de diferentes níveis em todo o país. Os resultados mostram que a média das remunerações é de R$ 429,94 para Ensino Médio, R$ 498,37 para Médio Técnico e R$ 760,78 para Superior. “O estágio é o primeiro passo para uma carreira de sucesso. É fundamental retribuir esses jovens pelas atividades desenvolvidas, pois isso irá estimulá-los à conquistar um reconhecimento maior dentro da empresa”, afirma Seme Arone Junior, presidente do Nube.

Estágios em Administração

O valor médio de bolsa-auxílio para os estudantes de Administração é R$ 742,00. A área não se encontra entre as 10 com melhor remuneração de estágios de nível superior. Entretanto, a área é a que oferece maiores oportunidades.

“Os estudantes de administração são os que têm mais ofertas de estágio no Brasil. Do total de oportunidades disponíveis para o ensino superior, 41,5% são para alunos de Administração de Empresas. Apesar de ser o curso com o maior número de estudantes no país, muitas oportunidades não são preenchidas devido a falta de candidatos preparados. Além do interesse pelo porte da empresa e o valor da bolsa-auxílio, os candidatos devem estar sempre atentos aos pequenos detalhes que fazem a diferença nos processos seletivos como a pontualidade, olhar sempre nos olhos do entrevistador, utilizar o português corretamente e evitar chicletes e balas”, ressalta Seme Arone Junior, diretor-presidente do Nube.

Os que remuneram mais

Veja na relação abaixo os cursos que oferecem os melhores benefícios aos estagiários. Os números descritos abaixo compõe a média oferecida pelo mercado.

Nível Médio Técnico:

1. Mecânica de Precisão: R$ 869,00
2. Construção Civil : R$ 808,00
3. Edificações: R$ 661,00
4. Técnico em Segurança do Trabalho: 593,00
5. Design de Interiores: R$ 565,00
6. Eletrotécnica: R$ 516,00
7. Química: R$ 516,00
8. Processamento de Dados: R$ 514,00
9. Telecomunicações: R$ 514,00
10. Mecatrônica: R$ 488,00

Nível superior:

1. Engenharia: R$ 1.469,00
2. Administração Pública: R$ 1.114,00
3. Secretariado-Executivo Trilíngue: R$ 1.051,00
4. Ciências Econômicas: R$ 1.005,00
5. Física: R$ 922,00
6. Tecnologia em Processamento de Dados: R$ 922,00
7. Comunic. Social-Publ e Prop ênf em Mkt: R$ 909,00
8. Arquitetura e Urbanismo: R$ 908,00
9. Química Industrial: R$ 860,00
10. Matemática: R$ 855,00

Os valores recebidos muitas vezes são acrescidos de vale transporte, vale refeição, seguro de vida e, até mesmo, cesta básica. “Ingressam, anualmente, cerca de 1,4 milhão de alunos no ensino superior, mas somente se formam 736 mil. A maioria desiste por falta de condições financeiras de pagar uma faculdade. O estágio contribui para que essa realidade mude, pois é a porta de entrada para uma nova carreira”, afirma Carlos Henrique Mencaci, presidente da Abres.

Para conquistar cargos superiores e, conseqüentemente, as melhores remunerações, os estudantes precisam enfrentar a competitividade e destacar-se entre os muitos concorrentes. “Além dos aspectos técnicos, cada profissional tem algumas competências comportamentais de destaque. A saída é valorizar os pontos positivos e aperfeiçoar o que ainda precisa de alguns ajustes”, finaliza Carmen Alonso, coordenadora de Treinamentos Corporativos do Cedep – Centro de Desenvolvimento Profissional.

Fonte: Núcleo Brasileiro de Estágios (NUBE)
Administradores.com.br

LANCE! – Hora H (Primeira Página)

Posted in Futebol on 28 outubro, 2009 by Z Franco

Primeira Página do LANCE! do SP

VIDEO – Aprenda tocar a música Menino da Porteira com CifraClub

Posted in Erro 404 on 27 outubro, 2009 by Z Franco

Teddy Vieira – Compositor Itapetiningano da Música Menino da Porteira

Posted in Erro 404 on 27 outubro, 2009 by Z Franco

Teddy Vieira Azevedo (Teddy Vieira) de O Menino da Porteira no Pedra EnxutaTeddy Vieira Azevedo (Itapetininga/SP, 23 de dezembro de 1922 — Itapetininga/SP, 16 de dezembro de 1965)

É considerado um dos compositores mais famosos do Brasil, tendo deixado mais de 200 composições gravadas. Sem dúvidas a sua principal obra foi o menino da porteira, sendo um sucesso sertanejo regravado inúmeras vezes.

Cursou o ensino primário em Itapetininga e em seguida transferiu-se para São Paulo, onde concluiu o secundário no Colégio João Kophe e Oswaldo Cruz.

Fez a primeira composição aos 18 anos, foi funcionário público, e aos 22 começou a trabalhar na Colúmbia, da qual foi diretor artístico.

Em 1950, teve a sua primeira composição gravada pela dupla Tonico e Tinoco, a moda de viola “Violeiro casado”, em parceria com Tonico.

Em 1952, Zé Carreiro e Carreirinho gravaram a moda de viola “Irmão do Ferreirinha”, parceria de Teddy com Carreirinho. No mesmo ano, Palmeira e Luisinho gravaram a moda de viola “Caçada do pardo”, de Teddy Vieira e Luisinho.

Em 1953, Vieira e Vieirinha lançaram a moda de viola “Roubei uma casada”, primeiro sucesso de uma das mais afamadas duplas de compositores sertanejos, Teddy Vieira e Lourival dos Santos.

Em 1954, Palmeira e Biá gravaram a toada “Couro de boi”, parceria de Palmeira e Teddy Vieira que se tornaria grande sucesso.

E, na foto abaixo, da esquerda prá direita, quatro grandes Compositores da Música Caipira Raiz: Anacleto Rosas Jr., Teddy Vieira, Arlindo Pinto e Ado Benatti.

Anacleto Rosas Jr., Teddy Vieira, Arlindo Pinto e Ado Benatti no Pedra Enxuta

Em 1955, casou-se com América Risso. Luisinho e Limeira lançaram pela RCA Victor um dos maiores clássicos da música sertaneja, parceria de Teddy e Luisinho, o cururu “Menino da porteira”, regravada inúmeras vezes, entre outros por Tonico e Tinoco e Sérgio Reis. No mesmo ano, as Irmãs Galvão gravaram outra parceria de Teddy e Lourival dos Santos, o xote “Não interessa”, pela RCA Victor.

Em 1956, outro grande sucesso de Teddy Vieira (em parceria com Muibo Curi), seria lançado: a toada “João de barro”, gravada por Mineiro e Manduzinho e anos depois regravada por Sérgio Reis. Naquele mesmo ano, Teddy Vieira passou a ser diretor sertanejo da Colúmbia. Lançaria as duplas Tião Carreiro e Pardinho e Zico e Zeca. No mesmo ano, a dupla Tião Carreiro e Pardinho lançaria a moda de viola “Boiadeiro punho de aço”, de Teddy Vieira e Pereira, que logo se tornaria sucesso.

Em 1958, transferiu-se para a Chantecler como diretor artístico.

Em 1959, compôs, com Lourival dos Santos, o “Pagode em Brasília”, composição que ficou consagrada na interpretação de Tião Carreiro e Pardinho, lançando um novo ritmo, o pagode sertanejo. Esta composição coincidiu com a inauguração de Brasília e seus autores foram homenageados pelo então Presidente da República Juscelino Kubitschek.

Itapetiningano Teddy Vieira Azevedo (Teddy Vieira) no Pedra EnxutaEm 1965, faleceu num trágico acidente de carro na Rodovia Raposo Tavares (na sua Itapetininga interior do estado de São Paulo). O compositor foi sepultado no cemitério São João Batista em Itapetininga e o seu túmulo é muito visitado por cantores sertanejos famosos que discretamente o visitam deixam as suas orações e depois vão embora sem quase ninguém perceber a visita.

Foi justamente nas vozes da dupla Tião Carreiro e Pardinho que Teddy Vieira conheceu alguns de seus maiores sucessos, como o “Rei do gado”, “Nove e nove”, em parceria com Lourival dos Santos e Tião Carreiro, “O mineiro e o italiano”, com Nelson Gomes, “Porta fechada”, com Moacyr dos Santos e outras.

OBRAS

13 de maio (c/ Riachão e Riachinho) • A enxada e a caneta (c/ Capitão Barduíno) • A marca do berrante (c/ Ado Benatti e Lauripe Pedroso) • A menina do bolo (c/ Roque de Almeida) • A moda da japonesa (c/ Orlandinho) • A morte da bugrinha (c/ Alcindo Freire) • Adeus, amor (c/ Nenete) • Alma arrependida (c/ Pássaro Preto e O. Aude) • Amor passageiro (c/ Biguá) • Baião número cinco (c/ Palmeira) • Baile moderno (c/ Vicente Lia) • Besta bailarina (c/ Capitão Barduíno) • Besta bailarina (c/ Serrinha) • Boiadeiro de Goiás (c/ Nelson Gomes) • Boiadeiro do divino (c/ Alves Lima) • Boiadeiro punho de aço (c/ Pereira) • Boliviana (c/ Palmeira) • Caçada do pardo (c/ Luisinho) • Caminho errado (c/ Benedito Seviero) • Capela do Chico Mineiro (c/ Biguá) • Carro de boi (c/ João Pacífico) • Casinha de aço (c/ Roque de Almeida) • Cavaleiro de Bom Jesus (c/ João Alves Marino) • Chinita (c/ Pássaro Preto e Vicente Lia) • Cigana (c/ Salvador dos Santos Dias) • Couro de boi (c/ Palmeira) • Delicadeza (c/ Compadre Juvená) • Dia de finados (c/ Benedito Seviero) • Dois corações que se amam (c/ Biguá) • Dois punhais (c/ Nízio) • Dona felicidade • Doutor promessa (c/ Palmeira) • Estranho retrato (c/ Sulino) • Ferramenta de caboclo (c/ Palmeira e Osvaldo Aude) • Força do destino (c/ Serrinha) • Gaúcha (c/ Sebastião Vitor) • Geada do Paraná • Geada • Ilusão da vida (c/ B. Amorim) • Irmão do Ferreirinha (c/ Carreirinho) • João-de-barro (c/ Muibo Curi) • Lenço preto (c/ Laureano) • Linda mato-grossense (c/ Palmeira) • Mãe do pracinha (c/ Sebastião Vitor) • Mão do assassino (c/ Sebastião Vitor) • Mariazinha (c/ Palmeira) • Menino pobre (c/ Roque de Almeida) • Meu amigo (c/ Nízio) • Milagre de Tambaú (c/ Palmeira) • Moça namoradeira (c/ Sulino) • Morena de olhos pretos (c/ Ado Benatti) • Mulher fingida (c/ João Diniz) • Namoro e casamento (c/ Palmeira) • Namoro invejoso (c/ Lourival dos Santos) • Namoro no portão (c/ Zé Maria) • Não interessa (c/ Lourival dos Santos) • Nas mãos de Deus (c/ Mário Eduardo) • Nossa Senhora da Abadia (c/ José Ferreira) • Nova Londrina (c/ Serrinha) • O canoeiro não morreu (c/ Ado Benatti) • O céu foi testemunha (c/ Marumbi) • O crime do cascavel (c/ Palmeira) • O erro da professora (c/ Sulino) • O feiticeiro (c/ Vieirinha) • O manto sagrado (c/ Luisinho) • O menino caçador • O menino da porteira (c/ Luisinho) • O mineiro e o italiano (c/ Nelson Gomes) • O mineiro não faz feio (c/ Lourival dos Santos) • O padre e o ateu • Pagode em Brasília (c/ Lourival dos Santos) • Pai sem coração (c/ Sulino) • Pantanal cuiabano (c/ Palmeira) • Penas de minh’alma (c/ Valdez Leal e N. Gomes) • Piraquara (c/ Jaime Ramos) • Pitoco (c/ Abílio Vitor) • Pracinha (c/ Serrinha) • Pretinho aleijado (c/ Luisinho) • Preto de alma branca (c/ Lauripe Pedroso) • Primeira namorada (c/ Zeca) • Prisioneiro (c/ Nízio) • Punhal da falsidade (c/ Zé Carreiro) • Recordando o passado (c/ Alcindo Freire) • Resposta do menino da porteira (c/ Luisinho) • Resposta do namoro do portão (c/ Roque de Almeida) • Rio preto (c/ Alceu Maynard Araújo) • Rodeio de Patos de Minas (c/ Pinheirá) • Romeiro d’Aparecida (c/ Palmeira e B. M. Santos) • Roubei uma casada (c/ Lourival dos Santos) • Sagrado ofício (c/ Ado Benatti) • Sangue gaúcho (c/ Ivan Cavalcanti) • Sinhá Joana (c/ Francisco Lacerda) • Sonho de amor (c/ Benedito Seviero) • Terra roxa • Tragédia de Goiás (c/ Carreirinho) • Triste desengano (c/ Carreirinho) • Última carta (c/ Palmeira) • Vai de roda (c/ Palmeira) • Verde-amarelo (c/ Antônio Berlim) • Vida de minha vida (c/ Nízio) • Viola de ouro (c/ Palmeira) • Violeiro casado (c/ Tonico) • Você (c/ Palmeira)

Estátua do Menino da Porteira, em Ouro Fino (MG)

Teddy Vieira Azevedo (Teddy Vieira) de O Menino da Porteira no Pedra Enxuta

Fonte: Site do Cícero Vaz de Almeida
Dicionário Cravo Albim da Música Popular Brasileira

VIDEO – Música Menino da Porteira com Sergio Reis

Posted in Erro 404 on 27 outubro, 2009 by Z Franco

Clique acima e assista no Youtube

Música: O Menino Da Porteira
Interprete: Sérgio Reis
Composição: Teddy Vieira / Luizinho

Toda vez que eu viajava pela Estrada de Ouro Fino
de longe eu avistava a figura de um menino
que corria abrir a porteira e depois vinha me pedindo:
– Toque o berrante seu moço que é pra eu ficar ouvindo.

Quando a boiada passava e a poeira ia baixando,
eu jogava uma moeda e ele saía pulando:
– Obrigado boiadeiro, que Deus vá lhe acompanhando
pra aquele sertão à fora meu berrante ia tocando.

Nos caminhos desta vida muitos espinhos eu encontrei,
mas nenhum calou mais fundo do que isso que eu passei
Na minha viagem de volta qualquer coisa eu cismei
Vendo a porteira fechada o menino não avistei.

Apeei do meu cavalo e no ranchinho a beira chão
Ví uma mulher chorando, quis saber qual a razão
– Boiadeiro veio tarde, veja a cruz no estradão!
Quem matou o meu filhinho foi um boi sem coração!

Lá pras bandas de Ouro Fino levando gado selvagem
quando passo na porteira até vejo a sua imagem
O seu rangido tão triste mais parece uma mensagem
Daquele rosto trigueiro desejando-me boa viagem.

A cruzinha no estradão do pensamento não sai
Eu já fiz um juramento que não esqueço jamais
Nem que o meu gado estoure, e eu precise ir atrás
Neste pedaço de chão berrante eu não toco mais.